31 de out de 2008

Músicas que dão vontade de beijar

Convenhamos, não tem coisa mais gostosa do que beijar... se tem uma coisa que eu gosto, essa coisa é um beijo gostoso que "encaixa" com o seu. Mais firme ou mais lento, dependendo do momento, mas que encaixa e te faz pensar "hhhmmmmmmm".
Sem essa de beijos com dente raspando, batendo e machucando a boca... nada como um beijo de uma boca macia e uma pele suave em volta.

Outra coisa que eu gosto nessa vida, é de música, e essa exerce grande influência no meu estado de espírito. Algumas vezes algumas música me lembram vividamente de emoções, sensações, momentos, pessoas, beijos...

Uma homenagem aos beijos gostosos.


O beijo é uma estrofe que duas bocas rimam
Coelho Neto




















"Down to the wire, I wanted water but I'll walk through the fire"



"She's just so... hmmmmmmm"


As top tops:




"sweet like candy to my soul, sweet to rock and sweet roll"



"...putting sealings on your feelings when they should be flying away"



"There's something about the way your hair falls in your face"
"...but you look so good it hurts sometimes"

30 de out de 2008

Droppin' Plates (Disturbed)




Como diria meu velho e sumido (agora prisioneiro do inferno) amigo Marcinho:
MÚSICA DE MATAR CACHORRO!!!
\m/ (><) \m/

29 de out de 2008

Cuidado: Piso molhado



PERIGOS DE SE ANDAR DE BIKE NA CHUVA:
(além do óbvio "incoveniente" de chegar ensopado aonde quer que você esteja indo)
. não dá para enxergar direito por causa da chuva na cara
. poças d'água podem esconder buracos/bueiros perigosos
. a sola do tênis molha e escorrega da pedaleira
. o freio molhado fica duro e faz aquele barulho meio de Chewbacca
. a bike não freia direito
. os carros não freiam direito
. os carros também não te enxergam bem, por causa da água no pára-brisa (a não ser que o dono do carro use Auri Shield)
. o pneu da frente rodando joga água suja do chão na sua cara... de baixo pra cima (dificultando ainda mais a visão)
. volta e meia um busão joga aquela água quente de bueiro nas suas pernas
. pedestres com medo de água parecem uma manada de gnus fugindo de leões correndo de encontro a você com suas bolsas/mochilas na cabeça
. pneumonia? tá forcei a barra

VANTAGENS DE SE ANDAR DE BIKE NA CHUVA:
É BOM DEMAIS!!!
Eu e Neide chegando enxarcados em casa e tomando esporro da síndica. Não tem preço.

27 de out de 2008

Don't forget to breath

Fim de semana MUITO bom. Muitas coisas/sensações boas e outras ruins também. Mas as coisas ruins foram boas, pois serviram muito de aprendizado.
.pai e mãe
.primos
.tios
.amigos
.escalada
.picos novos
.perreeeeeengue, HAHAHAHA
.sol
.calor
.MUITO CALOR
.mergulho na água GELAAAAAAADA
.comida de mãe
.carro novo denovo

DMB é bom demais. Música perfeita pro aprendizado do fim de semana.

"...do what a monkey does, stay up your tree"


Look at this big eyed fish swimming in the sea, oh
How he dreams to be a bird, swoopin', divin’ through the breeze
So one day caught a big old wave up on to the beach, now he's dead you see,
Beneath the sea is where a fish should be

But oh god,
Under the weight of life
Things seem brighter on the other side

You see this crazy man, decided not to breathe
He turned red then blue, purple, colorful indeed
No matter how his friend begged and pleaded
The man would not concede, and now he's dead you see
The silly man should know you got to breathe

But, oh god
Under the weight of life
Things seem brighter on the other side
Oh god
But under the weight of life
Things seem so much better on the other side

No way
No way
No way out of here

See the little monkey sitting up his monkey tree
One day, decided to climb down, run off to the city
Look at him now, lost and tired, living in the street
As good as dead you see, do what a monkey does, stay up your tree

But oh god
Under the weight of life
Things seem brighter on the other side
Oh god
Under the weight of life
Things seem so much better on the other side

No way
No way
No way
No way out of here

Oh god
Under the weight of life
Things seem brighter on the other side

24 de out de 2008

23 de out de 2008

Unindo o útil ao agradável

O alemães são geniais... eles conseguiram unir 3 coisas diferentes que eu adoro.

Pedalar, tomar cerveja e estar com galera... é o Bier Bike.

Você junta uma galera e eles alugam o Bier Bike por um preço X que já inclui a cerveja e o motorista/garçon... que não bebe, é claro.



GENIAL!!!

22 de out de 2008

...mais que mil palavras em outra língua

Se uma imagem vale mais que mil palavras eu não sei se concordo plenamente, mas que valem mais que mil palavras que ninguém entende, fato!

CARA, ESSA É UMA IDÉIA DIVERTIDÍSSIMA. Um click que eu vou usar no meu pretendido mochilão... CERTEZA.

21 de out de 2008

Banff 2008... eu vou!



Botei a Neide no carro, deixei o carro na funilaria e vim pro trabalho pedalando (a costela nem quebrou de vez e perfurou um orgão). Sexta eu pego o carro, pego o Cris e toco pro Rio... escalo, assisto o festival, escalo, troco de carro e volto!

Yaaaay =D

20 de out de 2008

Move your ass!

Esse cara teve uma doença congênita que deu um problema na bacia dele.

Ele não é paraplégico, mas só anda com muletas.... anda, dança, anda de skate, etc.



Freakin' awesome dude.

Alcalose pós-prandial



Fim de semana deliciosamente preguiçoso. Há muito tempo não dormia bastante, esse fim de semana eu dormi pra caralho!
Domingo na casa do casal mais figura...
.fagocitose no almoço
.risada o dia inteiro
.petiscos o dia inteiro (ganhei uns 3 kilos)
.apagada no sofá depois do almoço, sem chances de reação

Melhor que isso só se tivesse em uma chácara em um lugar friozinho, chovendo lá fora e com mais algumas pessoas especiais =D

Vamos ver se amanhã eu volto a trabalhar de bike... saudades da Neide.

17 de out de 2008

Síndrome de soldado Ryan

Cara de bobo feliz


Volta e meia recebo uns textos que definem o comportamento do ser humano, e os autores desses textos escrevem essas definições como verdades absolutas, cada um com sua verdade absoluta. Esses autores costumam ser tão específicos e imperativos que dificilmente algum deles dá muita margem a individualidades.
"Somos isso", "somos aquilo", "temos que ser assim", "temos que ser assado".

Eu parei pra pensar nisso, pois outro dia a Má me mandou um texto desse tipo, até porque eu sempre achei interessantes esses textos, mas depois que li comecei a pensar: Porque é que temos que definir o que somos e, PRINCIPALMENTE, porque temos essa necessecidade de definir o que "temos que ser"? Como o Soldado Ryan (o do filme mesmo) que se sente na obrigação de aproveitar cada momento ao máximo, quando no final do filme ele mostra que nem ele mesmo sabe que máximo é esse.

Acho que, no fundo, essa "obrigação de ser feliz" pode ser o que realmente nos impede de aproveitar os momentos ao máximo e, quando ficamos procurando o máximo dos momentos, acabamos passando reto por eles, achando que ainda não os encontramos. Ficamos tão obcecados em viver da mesma forma que os personagens de livros e filmes, que não nos permitimos aproveitar o momento sem pensar se estamos ou não aproveitando ele da melhor maneira possível.
Porque não podemos ser como crianças e simplesmente aproveitar sem pensar? Afinal, o prazer não tem que ser definido, nem mensurado... apenas gozado.

Acho que o que faz de um momento "atemporal" não é O QUE acontece nele, mas COMO encaramos o que acontece... como vivemos ele... sob os NOSSOS parâmetros. Parâmetros que um texto ou outra pessoa não podem definir, e na maioria das vezes NEM NÓS MESMOS podemos.

Talvez devessemos buscar um pouco menos a felicidade e deixar que ela nos encontre enquanto aproveitando os momentos que temos.

"To find something you must stop looking for it"
(reza a lenda que isso é um ditado budista, sei lá)


Talvez a vida seja feita de "talvezes" e "e ses". Talvez não seja feita de "porques", mas de "porque nãos"... não sei... e quem é que sabe?

16 de out de 2008

Anti-boredon campaign



AAAAAAAAAHAHAHAHAHAHAHA!!! Vou comprar um volante!

Final de semana minha claustrofobia social foi parcialmente saciada. Conheci e escalei com uma galerinha massa no festival. Conheci uns monstrinhos. Curti a cidade, bem dahorinha, apesar de mal cuidada (levando-se em consideração que é uma cidade turística).

.ruas de lacas de quartzito
.pousadinha massa
.pizza na pedra
.dividir mesa com "estranhos"
.seg mal feita
.costela trincada
.cerveja sentados nos crashs no meio da rua
.comida mineira
.gifts for special people
.hippies que aceitam Visa??? WATAHELL???
.entrar duas vezes seguidas num 8a de costela trincada e cair na última agarra: priceless
.as caroneiras
.Lukinha tagarelando a volta INTEEEEEEEIRA!

14 de out de 2008

Timing é tudo



Estava conversando com o Diego semana passada...

Chegamos a conclusão de que tudo na vida é questão de timing... o timing está escondido por trás de tudo, manipulando, permitindo ou restringindo situações e eventos.
Habilidades, desejos, tentativas, prática, vontade, afinidades, são imprescindíveis... mas podem de nada adiantar se "the timing is not right".

Pára pra pensar:
Pensa num acidente de carro quando você tá na estrada e tem resgate e o cacete. E se você tivesse saído de casa alguns minutos antes? Será que você teria visto ele enquanto acontecia? Ou pior, será que aquele carro teria batido em você?

Pensa no seu melhor amigo, pensa no momento que você conheceu ele. Agora imagina se naquele momento ele estivesse em outro lugar, se tivesse resolvido viajar de última hora, ou se tivesse faltado na aula que vocês fizeram exercício juntos. Será que você ia acabar conhecendo ele depois? Será que seriam melhores amigos depois?

Pensa na sua namorada, ou na pessoa que você gosta. Imagina se tivesse conhecido ela quando gostava de outra pessoa e não se permitisse se apaixonar. Ou se tivesse conhecido ela quando você estava em um dia "ácido" e não quisesse saber de conversar com ninguém ou estivesse tímido e tivesse deixado a oportunidade passar. Será que no final das contas ficaria com ela de qualquer jeito?

Pensa em alguém que você ajuda sempre que pode, pois acha que a pessoa é boa e merece. Imagina se tivesse conhecido ela justamente numa única vez que ela fez uma merda federal. Ainda ajudaria ela ou iria achar que ela era má pessoa?


É bem louco pensar nisso. Pensar que tudo poderia ser totalmente diferente por um milésimo de segundo. É a teoria do caos:
"O bater de asas de uma borboleta em Tóquio pode provocar um furacão em Nova Iorque"


Diego foi vítima do Timing, ou melhor... a Thania foi, hehehe. Talvez eu também, talvez todos tenhamos sido e sempre sejamos, HAHAHAHAHA.

13 de out de 2008

The worst day climbing is better then the best day working

São Tomé das Letras

Saldo da viagem:
150 reais a menos
0 cadenas
1 costela trincada
MUITA diversão

...sem dúvida o saldo ainda foi positivo.

Tô esperando o Lukinha mandar as fotos.

10 de out de 2008

Saudades

As vezes deixo de postar alguma coisa no blog por não querer que as pessoas leiam.
FODA-SE! É meu blog, e se eu quero escrever o que passa na minha cabeça pra deixar registrado eu VOU escrever, HAHAHAHAHAHA.

Tem como explicar o que é sentir saudades?

É querer ouvir a voz? Então porque o telefone não adianta?
Querer ver? Uma foto ou uma webcam também não serve?
Estar perto? Talvez.
Será que tem a ver com o toque?
Tem a ver com o cheiro? Hormônios?
É realmente a PRESENÇA da pessoa? Alguma coisa a ver com energia?

De onde vem vontade de estar junto? É da convivência ou da sensação que estar com a pessoa traz? Como é possível sentir saudades de alguém que está perto? Ou sentir saudades de alguém que a gente mal conhece e/ou que viu poucas vezes na vida?

Estou com algumas saudades (essa frase é gostosa de se ouvir, mas meio apertada de se falar).


Bom, anyway... já apliquei o xavier no chefe... são quase 16h, tô indo viajar



GPS... check
sapatilhas... check
cadeirinha... check
corda... check
costuras... check
isolante... check
barraca... check
comida... check
roupa... ah, nem precisa... bando de marmanjo fedido e sujo de magnésio

São Thomé das Letras, here we go.

8 de out de 2008

Tomorrow I'll Be Gone




Chuva, me deixa viajar no fim de semana... não quero ficar em casa.

7 de out de 2008

...

"Man is the only animal whose desires increase as they are fed: The only animal that is never satisfied"
Henry George

E quando sair da rotina se tornar uma rotina?



Uma vez, indo para o Visual com o Greg, comecei a trocar idéia com ele a partir de idéias de um texto que havia lido sobre rotinas e como devemos tentar quebrar nossas rotinas: mudando o caminho que fazemos para o trabalho, mudando o horário que fazemos nossas refeições, etc.
O papo passou por esporte, dieta, religião, equilíbrio e até física quântica (o.O), uma certa hora, no meio do papo da rotina Greg lançou uma questão interessantíssima: Que ele tenta tomar cuidado, pois as vezes a busca incessante por quebrar a rotina pode se tornar uma rotina.

E quando isso acontece, que a gente faz? Procura criar uma rotina novamente para sair da rotina de sair da rotina? (o.O)

Acho que comecei a pensar nisso pq eu acabei de voltar do cinema e fui assistir o mesmo filme que eu assisti ontem, mas fato é que nesses dias minha claustrofobia está, digamos, aguçada. É fato sabido que eu sofro de claustrofobia social... as vezes quando mudo alguma coisa, ou quando conheço alguém, ou um lugar, ela sossega. Mas alguns fatos ou alguns estalos fazem ela vir à tona novamente e ultimamente tenho sentido a necessidade de algo "novo denovo".

Será que isso é cíclico? Uma rotina? Será que isso é bom? Que click é esse? Necessidade? Mera perspectiva?
Com música, as vezes quando eu estou saturado do que tenho escutado e sinto aquela necessidade de ouvir algo novo e diferente, eu acabo encontrando "nas coisas velhas".

6 de out de 2008

Pondo em dia

Trilha sonora light da segunda-feira:



Começando do outro fim de semana:
. festinha
. inferno
. rolê graaaaaande
. polainas, elas ainda existem, HAHAHAHA
. bancos de pneu
. hippies
. chocolate quente... hmmmm
. aniversário do joe
. cervejinha
. serra do cipó?
. acordar as 6h da manhã e sair de fininho
. perdi o show do DMB... mas escalei
. Cascavel 8b... TE COOOOORTO!
. filminho

Semana resumida em uma palavra: SHHHHHHTÁÁÁÁÁÁÁÁÁ!

Fim de semana:
. baladinha
. bicicleta
. baladona
. café, pão de batata, geléia de maracujá, cream cheese, bate-papo
. eleições
. boulder em valinhos
. Darkside V7... TE COOOOOORTO! (HAHAHAHA ou não)
. a bicha do Diego rasgando a mão na primeira entrada
. "I will look for you, I will find... and I will kill you" RRRRAAAAAAAAAAAAAAAA!!!
. Chuck Norris de cu é rola... Liam Nesson é O CARA!

4 de out de 2008

Take Cover (Mr. Big)

Chega dessa preguiça de postar só músicas. Tem várias coisas passando cabeçamente, é que o tempo tá escasso pra qualquer coisa.
Essa semana foi tensa, trabalhando até 22h em plena sexta-feira, sem tempo, mas semana que vem eu volto a postar, vai mais uma música só pra despedir... hehehe

 
Clicky Web Analytics